No último sábado (11/03) foi realizado o chá para mulheres -Campanha de Ana 2017- O Espírito Santo de Deus nos reservou neste dia um encontro com a vida “Jesus” onde as mulheres celebraram a alegria de ser mulher.

“Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite.
Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará.”
(Salmos 1: 2 e 3)

 

“A mulher bem sucedida tem o seu prazer no Senhor, o sucesso está no seu interior pela presença do Espírito Santo e da palavra de Deus. E este sucesso não é ofuscado por circunstância alguma , ela faz a vida valer a pena, não fica parada diante as lutas, mas segue em frente com a certeza de onde é plantada.”

(Ap. Margareth Carneiro)

 

“A bíblia é a fonte de felicidade da mulher bem sucedida, a palavra de Deus que nos ensina a ser uma mulher idônea – Capacitada para as diversas funções na vida. A mulher bem sucedida através da palavra faz até a atividade mais simples com alegria. Ela é feliz independente do padrão de felicidade que a sociedade atual sugere.”
(Prª Cinthia Costa)

 

 

Um momento marcante no chá foi o testemunho da Pastora Luciana Breder, onde falou às mulheres como teve a sua alma curada e a vida transformada a partir do momento em que liberou o perdão ao assassino de parte da sua família.

Por 11 anos foi uma mulher amargurada e infeliz, não havia sonhos em seu coração, desde o dia onde o inesperado aconteceu, em uma madrugada o seu ex cunhado entra em sua residência e assassina brutalmente sua irmã, sobrinho, pai e mãe, no momento em que ouviu os tiros e muita gritaria, por desespero Luciana se tranca no banheiro do seu quarto e ali tem seu primeiro encontro com Deus e em oração pedia forças para se levantar e ver o que de fato havia acontecido. E ao saber da perda de seus familiares no meio de tanta dor havia apenas uma pergunta em seu interior – Como seria sua vida a partir daquele momento? Então por muito tempo sofreu com pesadelos e depressão, o que levava a desejar a sua própria morte, e também em seu coração a cada dia aumentava o seu ódio pelo assassino.

“A minha vida era acompanhada por ódio todos os dias” Prª Luciana Breder

Mas em sua vida teve uma mulher de fé e bem sucedida em Deus, sua avó paterna, que ministrava a importância de liberar o perdão.
Em um culto Luciana ouviu forte em seu interior Deus dizendo que ela estava viva, por Ele e para Ele, pois o Senhor lhe guardou naquela noite para que vivesse os seus sonhos, mas a dor e a falta de perdão estavam lhe matando. Nesse momento o perdão foi a chave para sua cura, ela conseguiu liberar o perdão ao assassino, e através dessa atitude teve sua vida restaurada.

“O perdão não mudou o meu passado, mas concertou o presente e determinou o meu futuro e todos os sonhos de Deus para minha vida”
(Prª Luciana Breder)

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.