Projeto 72horas de Avivamento.

PROJETO DE LEITURA BÍBLICA

Texto Base:

“E no terceiro ano do seu reinado enviou ele os seus príncipes, a Bene-Hail, a Obadias, a Zacarias, a Natanael e a Micaías, para ensinarem nas cidades de Judá. E com eles os levitas, Semaías, Netanias, Zebadias, Asael, Semiramote, Jônatas, Adonias, Tobias e Tobe-Adonias e, com estes levitas, os sacerdotes, Elisama e Jeorão. E ensinaram em Judá, levando consigo o livro da lei do SENHOR; e foram a todas as cidades de Judá, ensinando entre o povo.  (2 Crônicas 17:7-9)

OBJETIVOS

  • Tornar conhecida e acessível a Palavra de DEUS por meio de distribuição de 10.000 exemplares bíblicos, assim como, textos bíblicos expostos em faixas em diversos pontos da cidade.
  • Tempo de execução do projeto – 72 hrs ininterruptas

 

Este projeto de avivamento visa trazer ao conhecimento da população desta cidade os princípios de DEUS, tais como: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. O nível de alcance será para os 5 setores da cidade de Marabá

 

  • Nova Marabá
  • São Félix
  • Cidade Nova
  • Marabá Pioneira
  • Liberdade (Independência, Jardim União e Bela Vista)

 

O tempo total de execução do projeto será de 72 horas. Com início na quinta-feira (05/07) as 18h e término no Domingo (08/07) as 18:00hs em uma grande celebração no novo templo da Igreja.

IMPORTANTE:

O projeto de avivamento através da Palavra visa distribuir o maior número de exemplares Bíblicos.

Iremos buscar recursos para comprar cerca de 10 mil Bíblias para serem distribuídas nestes dias. Dentro dessa visão, serão necessárias Bíblias como:

  • Novo testamento ilustrado para crianças;
  • Bíblias com letra grande para idosos.

 

Em toda cidade de Marabá na semana do projeto avivamento - deverá ter faixas na cidade com versículos Bíblicos.

Exemplos:

“Tua Palavra é uma lâmpada para meus pés e uma luz em meu caminho.” (Sl 119.105)

“Leia a Bíblia e viva para Deus - PARADORAR 2012 – AVIVAMENTO”

 

ParAdorar 2012 ...

Paradorar :   72 Horas de Avivamento   

 

Todos os anos a Igreja de Cristo Ministério Nova Terra realiza o Paradorar, evento de louvor e adoração que reúne milhares de fiéis que param suas atividades cotidianas para adorar ao Senhor. Neste ano o evento inovou realizando uma verdadeira maratona Bíblica em que a Palavra de Deus foi lida em 12 pontos da cidade de maneira ininterrupta por 72 horas.
A iniciativa teve como base bíblica Salmos 119.105. “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e luz para o meu caminho”.
Segundo os Apóstolos Valdemir e Margareth Carneiro a “Palavra de Deus é luz que ilumina as decisões dos homens no presente e no futuro”, por isso a importância de conhecer as diretrizes deste livro.
Na visão da liderança da Igreja, os princípios de Deus precisam ser conhecidos e temidos, valorizados, pois eles foram elaborados para o homem e nada do que está escrito é demasiadamente impossível para quem teme a Deus. Os princípios bíblicos atuam diretamente no contexto pessoal, leva o homem a ter um relacionamento de fé e obediência ao Senhor da vida, e no contexto social proporciona o bom relacionamento como reflexo da vida com Deus.
Outro fator que ativou essa iniciativa foi o desconforto de ver crescer a violência. Olhar através da janela e vê a relação familiar é assustador, filhos contra pais e pais matando filhos. Seguir mais um pouco, nos deparamos com esposo contra esposa e vice versa.  A falta de amor ao próximo é assustador! E tudo isso em decorrência do desconhecimento da Palavra de Deus.
Essa foi a necessidade de se fazer um intensivo para a população de nossa cidade.
Com o tema Avivamento, a Igreja montou tendas em locais estratégicos da cidade e começou sua ação de evangelismo: leitura e distribuição de Bíblias que foi o ponto central, assistência social, consulta médica e medicamentos, aconselhamento e integração social.
Em toda a cidade, nas 12 tendas foram distribuídas mais de 7.000 Bíblias das quais parte foram distribuídas para quem ainda não tinha o livro sagrado. Nestas 72 horas de avivamento podemos ver e sentir quanta alegria da população ao ver os jovens empenhados em ler a Palavra de Deus. Realmente essa ação surpreendeu a todos que participaram do projeto.
Muitas são as histórias de vidas transformadas nas madrugadas, jovens deixando a pedra de crack, violência e a prostituição. Foram alcançados em torno de 7.500 pessoas que passaram pelas tendas. No relato dos grupos, vários testemunhos que demonstraram o sucesso do Evento.
Também houve surpresa! Na invasão da Coca-cola onde tinha uma tenda, na madrugada da sexta-feira a equipe foi surpreendida por uma ação de assalto, contudo  não conseguiu intimidar a equipe que fazia a leitura da Bíblia. No mesmo setor na madrugada de domingo a equipe de pastores que permaneceu no local impediu a morte de um homem, que fora amarrado e estava sendo espancado por outro que pretendia fazer justiça com as próprias mãos. Gloria a Deus!
No bairro da Marabá Pioneira a tenda foi bastante visitada inclusive nas madrugadas por dependentes químicos que buscavam ajuda para sair do caos. No bairro do São Felix além de conversões ao Senhor houve a cura de um cadeirante que saiu andando abandonando de vez a cadeira de rodas. Já no Km 08 o desafio além de leitura, era resgatar crianças em situação de risco social combatendo a prostituição infantil que é forte na localidade através de resgate dos sonhos e de valorização bíblica.
O projeto avivamento também tocou o coração dos jovens, houve um incentivo tanto no aspecto intelectual, profissional e espiritual deles. Também foi muito focado a valorização da família.
Assim, a igreja nestas 72 horas de leitura bíblica que revelou que o evangelho de Jesus é Poder de Deus que transforma o homem, mudando a maneira de sentir, pensar e ver o mundo.
A Igreja tem um papel social importante. Ela trabalha com resgate de princípios bíblicos: amar a Deus sobre todas as coisas, a honra na família, o amor ao próximo e a inclusão social.

Avivamento traz o homem de volta a Deus.

 

AVIVAMENTO (Hc 3.2)


A súplica por um avivamento se intensifica sempre que uma igreja ou um indivíduo sente insatisfação com seu nível de espiritualidade e necessidade de renovar seu compromisso com Deus. A frieza e a acomodação são inimigas declaradas de um relacionamento vital com Deus.
A palavra avivamento surge da palavra vida, não apenas significando movimentação e barulho. Requer sinais verídicos da vida de Deus, sinalizando sua presença e ação no meio de seu povo.
O livro de Atos dos apóstolos nos oferece um padrão genuíno para que possamos refletir e buscar o avivamento.
O avivamento vem pelo clamor de um coração apaixonado por Deus. O renomado evangelista Stephen Olford descreve o avivamento como aquela estranha e soberana obra de Deus na qual ele visita o seu próprio povo, restaurando-o, reanimando-o e libertando-o para receber a plenitude de suas bênçãos.
O Avivamento ateia fogo no coração dos arautos do evangelho. Fervor e zelo quebra corações insensíveis. A tendência do avivamento é de criar uma consciência viva da corrupção interior que afasta completamente a auto-suficiência e a auto-estima. Foi esse sentimento de indignidade que esmagou a consciência de Pedro após a pesca milagrosa no mar da galileia (Lc 5.8) Quando Pedro viu a demonstração do poder divino, prostrou-se aos pés de Jesus e disse: Sou um homem pecador.
  • Como o avivamento vem?

 

“14E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. 15Agora estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração deste lugar”. (2 Crônicas 7:14-15)

O avivamento vem através da humilhação, da oração, a busca pela presença do Senhor e o abandono do pecado. O avivamento é marcado pelo temor a Deus e uma renovada apreciação de sua grandeza de majestade. Sua santidade provoca uma preocupação com qualquer transgressão de uma ordem dele.
O pecado parece intolerável, revoltante e perigoso ao mesmo tempo.
O avivamento traz benefícios valiosos como a intimidade com Deus e a descoberta do propósito dele para a vida de seus filhos.
O Pastor M. Loyd-Jones refletiu essa atitude. Essa não é a hora de cantar, é hora de pensar, é hora de pregar, é hora de convicção [...] A hora de cantar virá um dia. Mas que o grande avivamento venha primeiro, que as janelas do céu sejam abertas, que vejam homens e mulheres sendo trazidos ao reino de Deus e então será a hora de cantar. Que nos acautelemos dessa sutil tentação de entreter pessoas, pensando que desta forma vamos atraí-las e salvá-las, pensando que desta forma vamos ser felizes.

  • O que o avivamento causa?

 

Uma renovação realizada pelo Espírito cria fome pelas Escrituras. George Whitefield, pregador renomado do primeiro departamento da Inglaterra e nas colônias americanas, orava sobre cada linha da Bíblia e até sobre as palavras separadamente, convicto de que Deus estava falando com ele. Benjamim Franklin se apressava para ouvir Whitefield, quando reunia multidões, para silenciosamente absorver a mensagem que proclamaria em céu aberto. Alguém questionou o interesse de Franklin em assistir à pregação em que ele não cria. Sua resposta foi contundente: ”É verdade que não creio, mas ele crê!” Tomas Watson escritor puritano recomendou: ”Pense em cada linha que lê, que Deus está falando com você!” A comunicação da palavra viva marca os avivamentos do passado. O poder revolucionário dos sermões dos comunicadores escolhidos por Deus emana da convicção profunda de que Deus era que falava, e não um mero homem.

  • O que o avivamento faz?

 

Em meados do século XX, os assistentes de Westminster Chapel, no centro de Londres, esperavam a exposição poderosa das escrituras do pastor Martyn LIoyd-Jones. Numa ocasião, o poder da palavra ultrapassou as expectativas. De maneira extraordinária, a presença de Deus se manifestou naquele auditório. Durante cerca de dez minutos, os ouvintes foram incapazes de se levantar. Confessaram que nunca tinham sentido o poder de Deus de tal maneira. Essa centralidade da palavra, exposta e aplicada com o poder do Espírito Santo, tinha um toque divino comum nos avivamentos.

  • O que não é avivamento?

 

É lamentável que em muitas igrejas, talvez na maioria, a experiência emocional seja mais importante do que a poderosa exposição das sagradas letras. Walter Brinelli, Pastor da Assembléia de Deus em São Paulo, se queixa de que “não se prega a palavra, mas opiniões humanas. Os ouvintes gostam de ouvir um pregador distraído, que conta histórias interessantes, e forma um ambiente leve no culto. Um confronto com o ensino dos apóstolos tem mais atração para os que vivem na presença de Deus. Sprague declara que para a pregação promover o avivamento é “particularmente, essencial que as grandes doutrinas do Evangelho sejam distintiva e claramente exibidas, em oposição á filosofia humana, por um lado, e a mera exortação, por outro.
 


  • O avivamento da primeira metade do século XIX afetou o seu líder principal, Charles Finney:

Meus dias foram gastos até o ponto em que podia gastar o tempo em vasculhar as escrituras. Li nada mais, em todo aquele inverno, senão somente a Bíblia. E muito do que li pareceu novo para mim. Novamente, o Senhor me levou, por assim dizer, do Genesis até o apocalipse. Ele me conduziu para as conexões das coisas, as promessas, as advertências, as profecias e seus cumprimentos. De fato, as escrituras me pareciam acessas com luz, mas parecia que a palavra de Deus estava vibrando com a própria vida de Deus.

  • Qual o propósito do avivamento na vida de crente?

 

Conhecer e fazer a vontade de Deus e crescer no seu conhecimento (Colossences 1.9-10).

  • Qual o resultado do avivamento?

 

Transformação de corações e não somente a troca de religião (Atos 2.42-47) Mas fome pela palavra de Deus. (Mt 5.1-12)

Caro líder, chegou o tempo de sentirmos fome de fato pela palavra de Deus e de sentirmos sede pelo Espírito Santo em nosso ser. Quando chegarmos individualmente a um nível insaciável pela Palavra, o céu se abrirá sobre a nossa vida e veremos a glória de Deus.
Eu creio que já estamos desejosos pelo avivamento da Palavra de Deus. Pois compreendemos que sem ela não há vida em nós.
O avivamento chegou nesta igreja e começa a invadir o nosso coração. Pois o que mais fizemos e continuaremos a fazer enquanto vida tivermos e morarmos nessa cidade, é tão somente orar e amar a Bíblia.
Assim receberemos a promessa como em Lucas 24.49 e seremos testemunhas de Jesus em Marabá, no Pará, no Brasil e nas nações.

Apóstolos Valdemir e Margareth Carneiro

 

 

Entre em Contato ICANT ...

 

www.icantmaraba.com

 

twitter.com/icantmaraba

 

icantmaraba@hotmail.com